1 – A Associação de Futebol de Braga tem pautado a sua atuação por critérios de verdade, transparência, respeito e defesa dos superiores interesses dos clubes seus associados.  Fá-lo com todos e, naturalmente, com muito carinho, com um dos seus clubes mais representativos, o Vitória Sport Clube.

                2 – A Associação de Futebol de Braga congratulou-se particularmente com o percurso triunfante do Vitória Sport Clube na Taça de Portugal, êxito que muito dignificou a sua Direção e Corpos Sociais, a Cidade, os Associados, os Simpatizantes e, naturalmente, a Associação de Futebol de Braga.

                3 – A Associação de Futebol de Braga recebeu da Federação Portuguesa de Futebol 1.600 ingressos para a final da Taça de Portugal, sendo que, desses, cedeu ao Vitória Sport Clube, 440, ou seja 27,5% da sua quota.

                4 – Os restantes 1.160 ingressos foram rateados pelos clubes da Associação, com preferência para os clubes do concelho de Guimarães e, uma minoria residual, foi atribuída, com todo o critério, aos elementos dos corpos sociais e ao pessoal da Associação.

                5 – Recusamos qualquer tipo de insinuação que associe o comportamento da Associação a qualquer ligação a Casas do Benfica ou a qualquer tratamento de favor estranhos ou adversos ao Vitória Sport Clube.

                6 – Temos mantido e estimulado um relacionamento amistoso com todos os clubes da Associação de Futebol de Braga e o Vitória Sport Clube, em bom rigor, será testemunha de tal comportamento.

                7 – Termos em que reiteramos o nosso regozijo pelo êxito do VSC na Taça de Portugal, rejeitamos qualquer alusão menos abonatória ao critério utilizado pela Associação na afetação dos bilhetes para o desafio da final da Taça e manifestamos a nossa predisposição para, em todas as situações e sempre que tal seja possível, colaborarmos com a direção do VSC na resolução dos problemas que venha a enfrentar e em que a nossa humilde colaboração possa ser útil.

                Pel’ Associação de Futebol de Braga,

                O Presidente da Direção

                (Manuel Machado)

 

                O Presidente da Assembleia-Geral

                (José Fernando R Alves Pinto, Dr.)